Salmo 7

  1. Senhor meu Deus, em ti confio; salva-me de todos os que me perseguem, e livra-me;
  2. Para que ele não arrebate a minha alma, como leão, despedaçando-a, sem que haja quem a livre.
  3. Senhor meu Deus, se eu fiz isto, se há perversidade nas minhas mãos,
  4. Se paguei com o mal àquele que tinha paz comigo (antes, livrei ao que me oprimia sem causa),
  5. Persiga o inimigo a minha alma e alcance-a; calque aos pés a minha vida sobre a terra, e reduza a pó a minha glória. (Selá.)
  6. Levanta-te, Senhor, na tua ira; exalta-te por causa do furor dos meus opressores; e desperta por mim para o juízo que ordenaste.
  7. Assim te rodeará o ajuntamento de povos; por causa deles, pois, volta-te para as alturas.
  8. O Senhor julgará os povos; julga-me, Senhor, conforme a minha justiça, e conforme a integridade que há em mim.
  9. Tenha já fim a malícia dos ímpios; mas estabeleça-se o justo; pois tu, ó justo Deus, provas os corações e os rins.
  10. O meu escudo é de Deus, que salva os retos de coração.
  11. Deus é juiz justo, um Deus que se ira todos os dias.
  12. Se o homem não se converter, Deus afiará a sua espada; já tem armado o seu arco, e está aparelhado.
  13. E já para ele preparou armas mortais; e porá em ação as suas setas inflamadas contra os perseguidores.
  14. Eis que ele está com dores de perversidade; concebeu trabalhos, e produziu mentiras.
  15. Cavou um poço e o fez fundo, e caiu na cova que fez.
  16. A sua obra cairá sobre a sua cabeça; e a sua violência descerá sobre a sua própria cabeça.
  17. Eu louvarei ao Senhor segundo a sua justiça, e cantarei louvores ao nome do Senhor altíssimo.

Vídeo para ouvir o Salmos 7

Estudo sobre a oração

Reza a lenda que o Salmo 7 foi escrito enquanto Davi estava sendo brutalmente assaltado por Cush, que era evidentemente um dos parentes radicais de Saul. David mostra-se confiante tanto em sua própria inocência (versículos 3-5), quanto na certeza da retribuição divina sobre seu inimigo Cush (v. 6-17).

Basicamente esta oração é um apelo à justiça divina contra as ações opressoras. A confiança do Rei Davi no “Juiz Divino” é a espinha dorsal do Salmo 7. Há medida que ela o invade, ele vai passando de um estado de ansiedade para uma calma transcendente.

Esses foram os estágios que Davi passou em resposta às falsas acusações que lhe estavam sendo arremessadas:

Etapa um: A preocupação de Davi enquanto apaixonadamente implora a atenção de Deus (v. 1-5).

Estágio dois: A disputa do Rei enquanto arduamente expõe seu caso diante do Altíssimo (v. 6-16).

Estágio três: A compostura de Davi enquanto espera pacientemente o veredito de Deus (v. 7:17).

Muitas lições podemos tirar desta oração e aplicar no nosso dia a dia. Na sua opinião, o que este Salmo lhe ensinou? Que sinais recebeu enquanto foi lendo o artigo? Deixe seu comentário abaixo…

<< Consultar todos os Salmos

Salmo 7
4.67 estrelas (93.33%) 3 votos neste Salmo

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *