Salmo 40

  1. Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor.
  2. Tirou-me dum lago horrível, dum charco de lodo, pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos.
  3. E pôs um novo cântico na minha boca, um hino ao nosso Deus; muitos o verão, e temerão, e confiarão no Senhor.
  4. Bem-aventurado o homem que põe no Senhor a sua confiança, e que não respeita os soberbos nem os que se desviam para a mentira.
  5. Muitas são, Senhor meu Deus, as maravilhas que tens operado para conosco, e os teus pensamentos não se podem contar diante de ti; se eu os quisera anunciar, e deles falar, são mais do que se podem contar.
  6. Sacrifício e oferta não quiseste; os meus ouvidos abriste; holocausto e expiação pelo pecado não reclamaste.
  7. Então disse: Eis aqui venho; no rolo do livro de mim está escrito.
  8. Deleito-me em fazer a tua vontade, ó Deus meu; sim, a tua lei está dentro do meu coração.
  9. Preguei a justiça na grande congregação; eis que não retive os meus lábios, Senhor, tu o sabes.
  10. Não escondi a tua justiça dentro do meu coração; apregoei a tua fidelidade e a tua salvação. Não escondi da grande congregação a tua benignidade e a tua verdade.
  11. Não retires de mim, Senhor, as tuas misericórdias; guardem-me continuamente a tua benignidade e a tua verdade.
  12. Porque males sem número me têm rodeado; as minhas iniqüidades me prenderam de modo que não posso olhar para cima. São mais numerosas do que os cabelos da minha cabeça; assim desfalece o meu coração.
  13. Digna-te, Senhor, livrar-me: Senhor, apressa-te em meu auxílio.
  14. Sejam à uma confundidos e envergonhados os que buscam a minha vida para destruí-la; tornem atrás e confundam-se os que me querem mal.
  15. Desolados sejam em pago da sua afronta os que me dizem: Ah! Ah!
  16. Folguem e alegrem-se em ti os que te buscam; digam constantemente os que amam a tua salvação: Magnificado seja o Senhor.
  17. Mas eu sou pobre e necessitado; contudo o Senhor cuida de mim. Tu és o meu auxílio e o meu libertador; não te detenhas, ó meu Deus.

Vídeo para ouvir o Salmos 40

Estudo sobre a oração

O Salmo 40 foi escrito por Davi numa altura em que muita coisa ruim estava acontecendo à sua volta. A oração mostra os benefícios de confiar pacientemente no Senhor e apresenta a; obediência, como o melhor sacrifício.

No decorrer do Salmo Davi admite que, de várias maneiras, frustrou os planos de Deus para sua vida, no entanto sempre esperou pacientemente que Deus cumprisse Sua promessa de lhe atribuir o reino. Quando ficava confuso Davi sabia para onde ir. Ele era rápido a reconhecer que a fonte do seu Sucesso era o Senhor e sempre louvava a Ele pelo perdão recebido.

Entre os vários versículos, Davi teve afirmações maravilhosas como essa: “Deleito-me em fazer a tua vontade, ó Deus meu; sim, a tua lei está dentro do meu coração” (v. 8). Ele compreendia que Deus só queria seu amor sincero e não mais nenhum sacrifício.

Da mesma forma, podemos dizer que quando amamos verdadeiramente, confiamos e esperamos em Deus, tudo pode acontecer. Este Salmo se torna uma mais valia para quem pretende aumentar sua fé (caso ainda esteja esperando pela graça), ter mais confiança e agradecer pelos pedidos já concretizados.

Nos dias que correm, nosso vocabulário parece não suportar mais a ideia de: “esperar”. Mas é preciso esperar, esperando! Faça isso sabendo que Deus já está atuando a seu favor…pois Ele de facto, está!!

<< Consultar todos os Salmos

Salmo 40
4.8 estrelas (96%) 5 votos neste Salmo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *